free web stats

Como Criar Um Produto Digital – O Guia Completo

Os produtos digitais mudaram completamente a forma como as pessoas consomem conteúdo. Hoje só é preciso ter uma conexão com a internet e um cartão de crédito para aprender inglês ou emagrecer 10 quilos num dia. Diga o nome de uma categoria e eu lhe direi o nome de um produto ou serviço digital correspondente. Então talvez você também queira começar a sua empreitada no mundo digital criando um produto digital do zero.

Este guia vai ajuda-lo em todas as etapas, desde a concepção até à criação do produto em si.

Primeiro vamos entender este universo, conhecendo os vários tipos de produtos digitais:

Tipos de produtos digitais

Então quais sãos os tipos de produtos digitais existentes?

Produto escrito

Este é o tipo mais comum de produto digital e é de baixo custo. Os produtos escritos incluem coisas como livros digitais (e-books), blogs, relatórios, boletins informativos e planilhas.

O mais interessante aqui é o facto de não precisar ser um bom escritor para poder criar um produto digital escrito. Ainda pode-se contar com métodos como a transcrição e a terceirização.

Produto em áudio

Esse tipo de produto digital é antigo e vem tornando-se cada vez mais popular ao longo dos anos. Aqui encontramos produtos como cursos de áudio, música, meditação guiada e podcasts.

As pessoas podem ouvir áudio enquanto fazem outras coisas, como conduzir ou trabalhar. Isso é o que torna este modelo tão atraente.

Para produzir um podcast você só precisa de um bom microfone e um bom software de audio, o Audacity, por exemplo, é um incrível software de áudio gratuito.

Produto em vídeo

Embora seja comum pensar que é difícil produzir vídeos, na verdade não é! Você pode optar por fazer vídeo-aulas com apresentações powerPoint, com imagens estáticas ou captura de tela. E tudo o que é necessário é um computador e um bom microfone.

Você não precisa de uma câmara

Criar um vídeo cinético requer imagens estáticas na tela uma narração. É como uma apresentação em PowerPoint gravada. É claro que uma câmara também pode ser usada caso os recursos e o talento para fazê-lo existam.

E se você é um novato também pode criar um produto em vídeo, basta entrevistar especialistas no nicho escolhido e deixá-los fornecer o conteúdo!

Vantagens dos produtos digitais

Produção de produto em audio

Um computador e um bom microfone são suficientes para produzir um produto em áudio de qualidade.

Não é só a facilidade na produção que torna os produtos digitais tão vantajosos, vejamos a seguir alguns aspectos que colocam o digital acima do convencional.

100% de lucro e propriedade

O produto é 100% da propriedade da pessoa que o criou. Isso significa que o autor do material recebe 100% dos lucros. Não há divisão de lucros, nenhum licenciamento e nenhuma obrigação legal para qualquer outra pessoa.

Escalabilidade

Depois do produto ter sido criado, ele pode ser vendido quantas vezes for necessário. Não importa o número de clientes, não haverá dinheiro, tempo ou esforço adicionais para vender o produto.

Dinamismo

Um produto digital não precisa passar pelo processo de impressão. À medida que a informação muda, o produto pode ser actualizado instantaneamente. A informação é moeda e essa informação será SEMPRE actualizada.

Fácil distribuição

A distribuição é a mais fácil possível. Não há nenhum produto físico a ser armazenado ou enviado. Uma vez que o funil de vendas esteja preparado, qualquer pessoa pode comprar o produto a partir do seu próprio computador.

Independente da distância

Não importa onde o criador ou o comprador estejam, um produto digital pode ser comprado e  vendido em todo o mundo.

Com estas vantagens em mente, é importante saber como começar. Pode ser surpreendente para si saber que o ponto de partida NÃO é apenas começar a criar um produto digital. Não cometa esse erro. Existem dois passos cruciais a serem tomados antes da criação do produto.

Passo 1: Escolha um nicho lucrativo

Antes de poder criar um produto digital, você precisa definir o produto a ser criado. Isso começa com a escolha de um nicho lucrativo.

Um nicho é uma subcategoria de uma categoria. Então, comece com a escolha de uma categoria – preferencialmente  uma categoria lucrativa. Entre várias categorias lucrativas encontramos:

  • Saúde
  • Perda de peso
  • Finanças
  • Electrónicos
  • Encontros e Relacionamentos

O passo a seguir é realizar pesquisas de mercado. Em outras palavras, faça perguntas!

Há algumas questões muito críticas a serem feitas independentemente do nicho, nomeadamente:

  • É digital-friendly? Ou seja não é exclusivamente tradicional (ex: aulas de ténis exige que o aluno esteja presente).
  • Existem outros editores digitais neste nicho?
  • Quão grande é o público?
  • As pessoas usam a internet para obter informações sobre o nicho?
  • É possível criar múltiplos produtos a serem comercializados para a mesma audiência?

Alguns exemplos famosos são os cursos de finanças pessoais ou uma série de vídeos de fitness. Não há limites para o que pode ser criado.

Passo 2: Analise e escolha um produto vencedor

Em última análise, a chave para qualquer produto bem sucedido, digital ou físico, é que este resolva um problema. Para determinar potenciais problemas a serem resolvidos, é necessária mais uma pesquisa.

A pesquisa consiste em 3 importantes perguntas:

  1. Quais são os maiores desafios dos potenciais clientes?
  2. Quais circunstâncias fazem com que as pessoas busquem informações nesse nicho?
  3. Quais mudanças as pessoas gostariam de ver nas suas vidas?

Responder a estas perguntas lhe ajudará a identificar as oportunidades dentro de um nicho. Este é o objectivo final. Afinal, se o produto solucionar um problema, será um produto que os clientes vão querer.

E encontrar respostas para essas 3 perguntas não é difícil.

Faça você mesmo

Esta é a maneira mais difícil e demorada de criar um produto digital. Mas custará menos dinheiro. E também é extremamente gratificante criar produto pessoalmente.

PRODUTOS ESCRITOS

Um produto escrito é uma óptima escolha para quem tem boas habilidades de escrita. É também o tipo mais simples de produto a ser criado. Tudo o que é necessário é um computador com o Microsoft Word e a capacidade de criar um ficheiro PDF.

Com essas ferramentas simples, que a maioria de nós já tem, qualquer pessoa pode criar:

  • Livros electrónicos (e-books)
  • Relatórios
  • Cursos escritos
  • E qualquer coisa que a imaginação permitir.

PRODUTOS EM ÁUDIO

Criar um produto em áudio é igualmente fácil. Existe uma óptima ferramenta gratuita chamada Audacity. Tem tudo o que uma pessoa precisa para criar áudio de qualidade.

Com uma boa dicção, voz clara e algumas ferramentas muito básicas, ficheiros de áudio podem ser usados para criar:

  • Cursos de áudio
  • Meditações guiadas
  • Música
  • Podcasts
  • E mais!

PRODUTOS EM VÍDEO

Os produtos de vídeo são provavelmente os que mais intimidam aos iniciantes, devido aos requisitos técnicos. A verdade é que não há de facto necessidade de se usar uma câmara de vídeo! Embora o seu uso possa enriquecer o produto.

Você também pode usar a câmara de um smartphone ou uma webcam, caso câmaras dedicadas não estão disponíveis. Tudo o que é necessário é uma boa iluminação.

Pode-se criar excelente conteúdo de vídeo mesmo sem uma câmara. Existem vários softwares que lhe permitem trabalhar com vídeos, como o Camtasia e o Screenflow que são ferramentas completas e pagas, e ainda o Screencast-O-Matic que é gratuito e simples de usar. Com eles você pode criar.

  • Cursos de video
  • Apresentações
  • Slideshows
  • E mais!

Dicas de conteúdo

Ao criar um produto digital é importante lembrar de algumas dicas importantes de produção de conteúdo. Em primeiro lugar, o conteúdo deve agregar valor ao público. Deve servir-lhe para algo ou então será inútil.

O conteúdo também deve ter uma estrutura sólida que inclua sistemas e técnicas para permitir que as pessoas entendam e implementem facilmente o conteúdo. Isso garantirá que as pessoas aproveitem o máximo.

Finalmente, devem sempre ser adicionados bónus ao produto. Os bónus tornam o produto mais atraente. Para além de agregar valor, ele deixar o público mais entusiasmado com seu produto. Na verdade, algumas pessoas compram produtos apenas para obter os bónus! Então, quanto mais bónus, melhor.

E se você ainda acreditada que criar um produto por si mesmo é complicado então há outras opções…

Terceirizar

Terceirização simplesmente significa pagar para uma outra pessoa criar o produto. Esta opção leva menos tempo e esforço, mas custa mais dinheiro. A chave é encontrar um especialista, alguém que entenda como criar o produto.

Ao procurar alguém para criar um produto, a contratação de um freelancer é a melhor rota a seguir. Freelancers são altamente experientes nas suas áreas. Além disso, eles são fáceis de encontrar.

Mas é importante entender como trabalhar com um freelancer. Contratar alguém que é qualificado e pode fazer o trabalho é importante. Aqui estão algumas dicas importantes para trabalhar com freelancers:

  • Estabeleça um orçamento antes da contratação. Certifique-se de que o orçamento seja justo para todos.
  • Seja detalhado na descrição do projecto. O freelancer não pode enviar uma proposta precisa se não conhecer os detalhes do trabalho. Inclua o número de caracteres, prazo e qualquer outra informação pertinente.
  • Interaja com o freelancer. Comece uma conversa e conheça-o melhor.
  • Crie um esboço e forneça exemplos de produtos relacionados para referência. Isso lhe dará uma maior compreensão do produto desejado.

Das opções já apresentadas para criar um produto digital, uma demora muito tempo e leva pouco dinheiro. A outra demorou pouco tempo, mas exige mais dinheiro. A terceira via exige um pouco de tempo e dinheiro, mas é incrível.

Vamos dar uma olhada…

Aproveite a experiência de um especialista no nicho

Esta é uma maneira incrivelmente poderosa e “secreta” de criar um produto digital!

Há muitos especialistas em um pouco de tudo por ai. Eles já sabem tudo o que há para saber. E geralmente estão dispostos a partilhar os seus conhecimentos. A chave é aproveitar esse conhecimento.

Encontre os especialistas no nicho escolhido e entreviste-os. E pronto!

Elabore uma pilha de perguntas e em seguida realize a entrevista. Fácil. Basta gravar a entrevista com um gravador, uma câmara e se preferir pode até mesmo transcrever.

_

Então, isso é tudo que sei. Espero que possa tirar o máximo proveito destes ensinamentos e que possa finalmente criar o seu produto digital.

Matope José

Empreendedor e Consultor. Escreve sobre Marketing Digital, Empreendedorismo Online e Oportunidades de Negócios Digitais.

Click Here to Leave a Comment Below

Aldair Dambo - a few months ago Reply

Boa tarde, Mr M.J eu um grande admirador dos seus conteudos. Umas das areas que recentemente tenho tido muito interesse em explorar e o Marketing digital. E gostava de saber se das alguma formacao em Marketing Empreendedor Digital

Eu ser um empreendedor digital. Voce pode ser meu Mentor? Por onde eu comeco?

Leave a Reply: